Cubo Mágico

aqui tinha artes, teatro, cultura digital e crônicas contemporâneas

Os festejos pelo Alto Verão

leave a comment »

Estou atrasado pra falar de Carnaval, mas quem é que se importa com o agenda-setting fora jornalistinhas? “Descobri” uma coisa neste ano que me fez ter outra compreensão sobre os festejos e algum mau humor sobre o que os homens fizeram com a natureza da coisa.

Alguns conceitos antes. Sabem o símbolo Yin/Yang? De acordo com a crença da maioria das culturas orientais, representam o dia e a noite. O homem e a mulher. O quente e o frio. Todas as oposições naturais sobre que se deita nossa existência. Até aqui tudo bem.

As estações do ano se dividem em quatro, duas Yin (Outono e Inverno, mais frias, fechadas, escuras, femininas) e duas Yang (Primavera e Verão, mais quentes, abertas, claras, masculinas). São um dia elevado a um ano, como se à noite vivêssemos o inverno e, de dia, o verão. Tudo bem até aqui também.

Por conhecer essa natureza humana dúbia — veja a teoria dos chakras e o kundalini hindus, a mescla do que há de masculino e feminino nas pessoas passando do mais terreno dos pontos do corpo, o púbis (ou mulabhanda), até o contato com o divino, pelo cérebro (o nirvana) —, os orientais celebram ritualmente a passagem entre o Yin e o Yang, que aliás é uma das cenas mais bonitas da história do design (sim, isso é design). Veja no vídeo abaixo.

Uma desses rituais está relacionado à chegado do que os orientais chamam de a “5ª estação do ano”, o Alto Verão, cujo ponto mais alto é março. Daí as chuvas, daí a libido aflorada, daí o extremo calor, daí a natureza agitada, as nuvens que não param no céu, a conjunção de sentimentos que unem o masculino e o feminino, o quente e o frio, etc. É o Alto Verão. É a natureza celebrando a passagem entre fases. E daí vem a “festa do Alto Verão”. Na nossa cultura, o Carnaval. É a festa coletiva, de relação, de celebração do contato corpóreo, quando estamos alinhados com a natureza Yang da época do ano. É o agradecimento pelo Verão e a chegada do Inverno, quando todo mundo estará em casa, mais fechado, mais frio, mais voltado a questões interiores.

Lindo, não?

E trabalhamos tanto (com que finalidade mesmo?) que não percebemos as nuvens dando tchau para o Alto Verão. Preferimos saber qual a celebridade do ano e colocamos nariz de palhaço para uma picuinha qualquer entre escolas de samba. Quem ganha com tudo isso?

——————–

PS: veja o que faz nossa revolucionária cultura capitalista yuppie pop pós-moderna: Alto Verão é uma marca de roupas e Yin/Yang é um desenho animado…

Written by Lucas Pretti

março 2, 2009 às 2:56

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: