Cubo Mágico

aqui tinha artes, teatro, cultura digital e crônicas contemporâneas

Maniqueísmo

leave a comment »

Saiu hoje no Jornal da Tarde um texto com tanto sangue nas entrelinhas que assusta. Um repórter do caderno Variedades teria mentido à chefia sobre uma entrevista com Tônia Carrero. Teria dito que a entrevistara no sábado passado, mas na verdade a conversa teria acontecido há um ano. “Enganada”, a chefia publicou a entrevista e descobriu a picaretagem. O cara assumiu e, lógico, foi demitido. Instituiu-se então o maniqueísmo, típicos em casos assim: o repórter é todo o mal encarnado, que apodrece diante da nobreza e pureza do resto dos colegas, chefes e assessores de imprensa. Até as novelas já não são mais bandido contra mocinho.

É um exemplo claro das relações trabalhistas em empresas jornalísticas hoje, em que a confiança e a transparência de cima para baixo tendem a zero. Não estou defendendo a atitude do repórter, de maneira alguma, só questionando se era preciso arruinar a carreira dele para sempre, citando nome e dirigindo a metralhadora para a cara dele numa nota destrutiva e com seus 10% de hipocrisia. Quantas vezes erros tão ou mais graves desaparecem em erratas microscópicas?

Written by Lucas Pretti

janeiro 9, 2009 às 11:40

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: