Cubo Mágico

aqui tinha artes, teatro, cultura digital e crônicas contemporâneas

‘Fizemos esse trabalho com a alma’. X pra eles

with 19 comments

E começou Maysa. O que esperar de uma minissérie global escrita pelo Manoel Carlos (bom, dessa vez não teve jeito de colocar uma Helena de protagonista, sifu, haha), dirigida pelo filho da protagonista, Jayme Monjardim, e feita para distrair cerumanos em janeiro antes de começar o Big Brother? Nepotismo, claro.

Me chamem de mal humorado, eu aceito. Mas fico puto com esse tipo de coisa. O tal neto da Maysa, filho do diretor, Jayme Matarazzo, é cineasta. CINEASTA. Aliás, ainda NÃO É cineasta. Ele trancou a faculdade de cinema no 5º semestre. E a pergunta é: o que ele faz como ator na minissérie? O que ele sabe sobre interpretação? As respostas: o cara é de família poderosa, tem pai influente, vó nem se fala, é meio bonitinho e pronto: é ator.

O ator Jayme Matarazzo

O 'ator' Jayme Matarazzo

Olha o que ele disse numa entrevista:

Acho que supri qualquer técnica que eu não tenho como ator me doando com muita emoção para esse personagem. Eu e meu pai fizemos esse trabalho com a alma.

Emoção? Alma? “Qualquer técnica”? Isso me parece muito pouco profissional e desrespeitoso.

Como eu nunca havia atuado, não sabia como dar conta da responsabilidade de viver um papel que justamente trata da história do meu pai. Mas me propus a fazer um teste. Me preparei uns 15 dias e o resultado ficou bom. Daí o meu irmão André também fez teste e passou para interpretar meu pai na infância.

15 dias? Teste? Bom? Deu pra perceber o alto nível dos testes na Globo.

Foi uma composição completamente emocional. Descobri muitas coisas sobre ele, que somos muito sensíveis.

Emocional? Sensíveis? Perdoe-o, ele não sabe o que diz.

Gostei de atuar e pretendo continuar. Vou estudar, fazer cursos de interpretação. Tomei gosto pela profissão de ator.

Gosto pelo quê? Ele não sabe NADA sobre a profissão.

As pessoas não sabem quantas broncas levei com meu pai como diretor. O que me interessa é fazer um trabalho com o coração, com a minha verdade. Claro que as críticas são inevitáveis. Só tive cenas complicadas, emocionantes. Tenho feito o mesmo que meu pai: abrir o coração para contar a história da minha avó com qualidade e carinho.

Broncas? Tadinho. Coração? Ah, me desculpe.

Essa é a seriedade com que os brasileiros encaram as artes cênicas. Um puta exemplo disso, aliás, A culpa é também da própria “classe teatral”. Cadê um sindicato pra proibir esse moleque de tirar a vaga de um ator profissional? E os atores, que não fazem barricada, piquete, gritaria, pichação? Ele não poderia nem ser “assistente de direção”, como é; no máximo estagiário (ele tá no 3º ano, lembra?). Aí vem a Editora Globo, na Época São Paulo, e coloca o cara na capa como um dos “paulistanos que vão fazer 2009”. É pra cuspir em cima.

E eu preocupado em discutir arte… Então tá.

Written by Lucas Pretti

janeiro 6, 2009 às 0:20

19 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Vc sabe realmente o que estar dizendo revoltado e decepcionado, seu linguajar direto e sujo, representa a pessoa que vc é, lí seu comentário digno de se colocar no lixo ou melhor dar descargar por que realmente não se presta nem a ser lido…..

    A Lider

    janeiro 6, 2009 at 1:03

  2. Olá, A Lider. Cada um tem uma opinião – e este blog está aberto a problematizar e discutir todas, sem exceção. O primeiro passo é se identificar, não?

    Abraço. Obrigado pela visita.

    Lucas Pretti

    janeiro 6, 2009 at 1:49

  3. Hehe. Ânimos enfurecidos por aqui. Calma gente. O Monjardim é ruim e a Globo também. E sabem disso. Ninguém por lá reivindica a qualidade das produções — pra ser justo, tem o Luiz Fernando Carvalho —, mesmo.

    danilo

    janeiro 6, 2009 at 9:27

  4. Concordo, Danilo, embora as discussão aqui não tenha sido extatamente a qualidade das coisas na Globo. Que sejam ruins – conscientemente ou não -, mas que façam com profissionais.

    Mas o Luiz Fernando Carvalho realmente vale a pena. Ele usa profissionais. Capitu inclusive está inteirinha no YouTube, em alta – http://br.youtube.com/watch?v=CL!2f5sys2_c&fmt=18.

    Abs!

    Lucas Pretti

    janeiro 6, 2009 at 11:18

  5. invejooooso!

    Janaína

    janeiro 12, 2009 at 3:11

  6. invejoso? hahahahaha ha ahahahha aha hahahahaha aahahahahaa hahahahah ahahahaahah ahahaha ahahaaha ahahahaa haahaha hahah ahahahahaha haahahaha hahahahaha aahhaahaha ahahhaah hahaahahah ahahahaha ahhahahha ahahahahahaa ahahahaha ahahahah ahahaha ahahahahaha ahahahahaah

    Lucas Pretti

    janeiro 12, 2009 at 10:44

  7. Cara, você além de invejoso, é totalmente sem cultura.

    Marcia

    janeiro 17, 2009 at 15:33

  8. Concordo em tudo. E se você viu ontem, nossa, realmente, teria cuspido. E o Framboesa de Ouro vai para? Ele é muito ruim.

    Valmir Jr.

    janeiro 17, 2009 at 16:58

  9. Marcia, tudo bem? “Totalmente” é exagero, vai… É só minha opinião.

    Lucas Pretti

    janeiro 18, 2009 at 1:42

  10. Eu tb vi o capítulo de ontem… (mais reticências) …

    Lucas Pretti

    janeiro 18, 2009 at 1:42

  11. Mas a Capitu da primeira fase do tal alardeado Luiz Fernando Carvalho, nao é atriz, e sim cantora. Foi a primeira “atuaçao” dela.

    Se for falar mal de um, tem que falar dos dois.

    Luisa

    janeiro 19, 2009 at 15:44

  12. Tem razão, Luisa, a Letícia Persiles é cantora mesmo, mas antes da banda fez 11 anos de teatro. Foi o que ela disse para a Folha, pelo menos: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u473400.shtml.

    Abs.

    Lucas Pretti

    janeiro 19, 2009 at 16:37

  13. Isso é inveja! O que tem uma pessoa homenagear um parente… Se fosse uma minisérie qualquer mas fala da vida da avó dele! E quem somos nós para criticar alguém hein? Afinal a vida é dele e ele faz o que quiser! Esse post tá parecendo fofoca de vizinha…
    Creeedo!

    ...

    janeiro 25, 2009 at 15:37

  14. Oi, “…”.

    É por causa de gente que pensa como vc que se abrem brechas para absurdos relacionados a arte. Digamos que minha mãe esteja doente. Não sou médico. Mas, para homenageá-la, vou fazer a cirurgia dela. Não é assim que funciona. Ou é?

    Obrigado pela visita.

    Lucas Pretti

    janeiro 25, 2009 at 16:26

  15. Cara, você não se enxerga mesmo heim!?

    eliza

    janeiro 27, 2009 at 20:07

  16. cada um tem a sua opinião, eliza. a sua é essa, que pena.
    obrigado pela visita.

    Lucas Pretti

    janeiro 27, 2009 at 22:37

  17. Oii parente!!!!^^
    onde vc está???
    que chique vc hem…
    =]
    *.*

    Carol Pretti

    março 7, 2009 at 10:13

  18. Meu deus. Mas isso tudo é recalque meu filho? Se contenha!

    dá até vergonha disso aqui

    junho 13, 2009 at 1:25

  19. não, isso tudo não é recalque (se é que vc realmente tinha a intenção de perguntar). Vou me conter, ser mais um cordeirinho.

    Obrigado pela visita!

    Lucas Pretti

    junho 14, 2009 at 14:55


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: