Cubo Mágico

aqui tinha artes, teatro, cultura digital e crônicas contemporâneas

Mais duas chances pra levar tapa na cara

with 2 comments

A maioria das pessoas não gosta de tomar porrada, e boa parte dos problemas da humanidade talvez venham daí. Por isso, um aviso: você só tem mais duas chances para levar uns tapas na cara do pessoal que faz a peça Novos Velhos Dias. Sábado e domingo que vem, no Teatro da Vila.

Isso aqui não é uma crítica por um motivo simples. Conheço o elenco da Cia. da Gema, tenho aulas de interpretação com o diretor do espetáculo, Fernando Nitsch, e não seria legal ficar julgando os caras aqui e me arriscando a fazer teatro como muita gente por aí, com sorrisinhos, tapinhas nas costas e uma bolada de fomento no final da temporada (e uma certa dose de pena, vamocombiná).

Essas questões bizarras da classe teatral estão discutidas na peça, mas dentro de um contexto maior de problematização do capitalismo, da opressão sistêmica, da falta de escolhas do mundo contemporâneo. E por isso é uma peça incômoda. Os atores encomendaram ao Reinaldo Maia, dramaturgo do Folias, um texto inédito que falasse disso tudo, e saiu uma história sobre a substituição de humanos por máquinas. É um argumento um pouco batido, ok, mas eles deram um viés legal, inspirados em Chaplin, Spielberg e Fritz Lang.

Coisas que achei do caralho: colocar uma garota gordinha para fazer o papel da atriz “perfeita” (tapa na cara dos padrões de beleza), a construção do personagem mendigo com muitas pitadas de circo e clown e a definição da personalidade de artistas (egoístas que se preocupam com o bem-estar coletivo). Só achei meio demais o monte de televisões (que eles só chamam de tela eletrônica) ligadas (às vezes rolam umas coisas nada a ver escritas nas telas) e da dicção/timbre do ator “humano” – na boa, igualzinho o Junior, da Sandy… Mas beleza, isso não é uma crítica!

Coisas legais que descobri pesquisando sobre a peça: o blog de uma das atrizes, Marília Miyazawa (não pelo blog, que quase não é atualizado, mas por um texto especificamente, que está abaixo), e um vídeo com outra atriz, Camila Arelaro, falando sobre (aliás, ela destrói no papel de motoboy).

Viver de arte!

Tenho muita coisa para falar para o mundo. Esse me parece o dever de um artista hoje em dia: gritar para uma sociedade que está quase ficando surda. Talvez alguém escute. Talvez o público compareça. Talvez vá embora no meio da peça. Talvez o espetáculo seja cancelado por falta de público, ou de verba. Mas eu quero poder falar! Mas mais do que falar, quero colocar poesia na vida das pessoas.

É dificil fazer a tal “Denúncia social” que todos os artistas pregam… Para mim, o papel do artista não é de maneira nenhuma jogar na cara da platéia o que está errado no mundo. Talvez seja dar um panorama do que está errado, mas nunca mostrar “como fazer” para aquilo virar certo. Senão vira aula ou lição de moral. E ninguém quer sair de casa para receber lição de moral. As pessoas precisam de um refresco na vida. E esse refresco pode sim conter uma denúncia, uma poesia, um riso. Não necessariamente uma peça precisa chocar, dar tapa na cara. Precisa fazer as pessoas sentirem alguma coisa. Qualquer coisa que a tire da inércia.

O refresco não está só no cinema ou na TV, minha gente! O teatro carece de público! O teatro morre sem o público.

Talvez o meu papel no mundo seja apenas trazer um pouco de alegria e poesia para a vida das pessoas que estejam interessadas… Ainda não descobri e vou morrer tentando.

Link original

Bom, você tem mais duas chances. Aproveite e tome um chopp depois na Mercearia São Pedro, em frente.

Anúncios

Written by Lucas Pretti

agosto 25, 2008 às 1:48

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Olha só! encontrei seu blog dando um “google” no nome dapeça! que surpresa!
    gostei muito do que escreveu e fiquei feliz por ter colocado um trecho do mueblog… ( aliás, atualizei, viu? hehehe)
    vc é do Célia Helena?
    beijos!!!!! e obrigada!

    Marília Miyazawa

    setembro 2, 2008 at 2:49

  2. Oi!Sou a Tati que faz a Dona do Bordel na peça “Novos Velhos Dias”
    Encerramos a temporada e quero agradecer vc sitar a nossa peça no seu blog.

    tati

    setembro 3, 2008 at 1:13


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: