Cubo Mágico

aqui tinha artes, teatro, cultura digital e crônicas contemporâneas

Nós lá fora

leave a comment »

Rolou um discussão sobre estereótipos brasileiros em um grupo de e-mails de que participo. Começou com esta notícia do UOL. Segue depoimento de uma amiga que hoje mora em Paris – destaque para a parte sobre o sueco e o dinamarquês (imagem retirada daqui).

“Gente… é exatamente assim que as pessoas nos veem! E é um pouco assim que nos nos vendemos né! mas nao sei se é assim tao ruim! Essa imagem nos abre portas e sorrisos!

Nao é todo mundo é claro, mas é inevitavel quando um estrangeiro, e nao importa a nacionalidade, te conhece a conversa sempre cai no futebol, nas praias, nas florestas. Alem do Ronaldinho as pessoas falam muito do Lula e me dizem que a imagem que tinha do Brasil mudou, pra melhor, depois da eleiçao do Lula no Brasil, até porque os escandalos de corrupcao de seu governo nao chegam aqui.

Mas uma coisa eu posso garantir, quando você diz que é brasileiro sorrisos sao abertos, e as vezes formam-se filas pra falar com você! é muito engracado, eu digo: “calma pessoal, um de cada vez!”

Eu tambem nao gosto desses cliches e as pessoas mais esclarecidas apesar de brincarem com os cliches, samba, futebol e carnaval, nao acham que é so isso!

O que da raiva é quando falam espanhol com a gente, isso eu fico puta, mas quando penso que nao sei a diferenca entre o sueco e o dinamarques desencano!”

Anúncios

Written by Lucas Pretti

novembro 3, 2007 às 22:19

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: